Traumas de face: como evitar

Os traumas de face variam de leves traumatismos que precisam de cuidados simples até fraturas complexas que exigem tratamento cirúrgico. Eles podem acometer as estruturas da face (pele, músculos, nervos, vasos sanguíneos e ossos da face) ou/e a cavidade bucal (dentes, gengiva, língua, osso maxilar, osso mandibular, vasos sanguíneos e nervos da boca). O nariz é a estrutura com maior índice de traumas faciais. Continue lendo e saiba mais sobre os traumas de face!

Como se proteger contra traumas faciais

Todo ano, acidentes de trânsito custam milhões de reais para o Sistema Único de Saúde (SUS) e muitos destes ferimentos poderiam ser evitados com o uso de proteção adequada, como cinto de segurança e capacete. 

Os motociclistas, inclusive, devem usar o capacete do jeito correto a fim de evitar traumas de face, com proteção total do rosto, inclusive do queixo, o que diminui em cerca de 39% o risco de lesão grave na face. Para as crianças, as cadeirinhas para transporte são indispensáveis e podem reduzir em até 60% a chance de morte em acidentes de trânsito, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

No caso dos esportes, o atleta pode usar um protetor bucal, que reduz a chance de traumas faciais e distribui as forças nos impactos diretos. Segundo a National Youth Sports Foundation e a American Dental Association, mais de 5 milhões de dentes são perdidos em acidentes esportivos e mais de 200 mil traumas orais são evitados graças aos protetores. 

Quais os sintomas de um trauma facial? 

As fraturas na face podem causar:

  • Dor de leve a intensa;
  • Dormência do queixo, lábios, língua, gengiva, dentes, bochechas, nariz e testa;
  • Dificuldade ou dor ao movimentar a mandíbula;
  • Alterações na mordida;
  • Cortes e lacerações;
  • Áreas arroxeadas e inchadas. 

O que devo fazer, caso sofra algum acidente?

Caso você sofra algum trauma na face, o recomendado é procurar um médico ou cirurgião bucomaxilofacial, que podem pedir radiografias e tomografias para determinar a extensão da lesão. Isso porque podem existir fraturas que, a princípio, não causam muito incômodo, mas podem dificultar a mastigação e até a respiração no futuro. Caso haja alguma queda de dente, a dica é guardá-lo em um recipiente com leite ou soro e ir imediatamente ao pronto-socorro odontológico.  

Você pode agendar uma consulta com Cirurgião Bucomaxilofacial aqui no site ou ligando para o número (071) 3353-3666. Nós iremos verificar o seu caso e indicar o melhor tratamento para você!

Leave a Comment